activeinfo
 

Curso de Lógica da Programação na Prática.

Atribuição a Variáveis.

Como dissemos uma variável é um espaço na memória do computador que reservamos dando um nome.

Também podemos atribuir um tipo e o conteúdo. Afinal, se queremos um espaço na memória é porque queremos armazenar alguma coisa, um valor, uma mensagem, etc.

Em português estruturado o sinal de atribuição é o <–. Na maioria das linguagens de programação é o sinal de =. Este é o motivo de Ruby, Java, Javascript e outras linguagens utilizarem o == para comparar, pois o sinal de = é utilizado para atribuição de valores à variáveis.

Como utilizar:

# Atribui a cadeia de caracteres (String) "Marcos" à variável nome.
nome <– "Marcos";
# Atribui o número 8 à variável numero.
numero <– 8;

Em Ruby: simplesmente atribua com o sinal de =.

# Atribui a String "Marcos" à variável nome.
nome = "Marcos"
# Atribui o número 8 à variável numero.
numero = 8

Em Java da mesma forma: utiliza-se um sinal de = para atribuição. Veja o exemplo:

// Atribui a String "Marcos" à variável nome.
String nome = "Marcos";
// Atribui o número 8 à variável numero.
int numero = 8;

Note que em Java é preciso declarar o tipo da variável antes da atribuição. Outro detalhe é o ponto e vírgula ao final da linha de atribuição.

Em Javascript usa-se a palavra reservada var antes da declaração da variável, como no exemplo:

// Atribui a String "Marcos" à variável nome.
var nome = "Marcos";
// Atribui o número 8 à variável numero.
var numero = 8;

A dinâmica da alteração dos valores de variáveis é simples. Por exemplo, digamos que tenhamos atribuído alguns valores a determindadas variáveis em um trecho de algoritmo:

# Atribui a cadeia de caracteres "Cesar" à variável sobrenome
sobrenome <– "Cesar";
# Atribui o número 31 à variável dia_nascimento
dia_nascimento <– 31;

Aqui atribuímos o valor "Cesar" para a variável sobrenome, do tipo cadeia de caracteres (String). Em seguida atribuímos o valor 31 (do tipo inteiro) à variável dia_nascimento Ou seja, se eu precisar acessar esse dado na memória do computador, basta acrescentar as variáveis pelo nome em meu programa.

Se, na sequência, realizarmos uma nova atribuição às mesmas variáveis, seu conteúdo também será alterado. Por chama-se variável.

# Atribui a cadeia de caracteres "Kossoski" à variável sobrenome
sobrenome <– "Kossoski";
# Atribui o número 25 à variável dia_nascimento
dia_nascimento <– 25;

Notamos que em algoritmos em Português Estruturado devemos (segundo algumas escolas acadêmicas) utilizar ponto-e-vírgula ao final de cada linha de código de atribuição.

Em algumas linguagens de programação normalmente também se usa ponto-e-vírgula, como Javascript e Java. Em outras não, como Ruby e Phyton.

Voltar Próximo: Constantes e Classes